sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Projeto de Ação Didática


 Planejamento
1 – Tema:
Nossa vida em quadrinhos.
 2 – Problema:
 Os alunos, muitas vezes, encontram dificuldades para se concentrarem nas aulas, e por isso mesmo, possuem a leitura e a escrita num nível abaixo do esperado para alunos dessa escolaridade. Para a solução desse problema, é necessário, além das aulas ministradas pela professora, que segue o currículo escolar, algo que os motive a ler e produzir textos. È preciso algo que chame a atenção e que mostre que ler e escrever é divertido, além de instigar a imaginação.
3 – Conteúdos Curriculares/temas transversais:
 Leitura, linguagem oral e escrita, trabalhos manuais, interpretação e produção de textos.
 4 – Objetivos:
 Geral: Ler e produzir histórias em quadrinhos, contando fatos do seu cotidiano, com a família, amigos, comunidade ou escola, para a montagem de um gibi ao final do projeto.
Específico: Estimular a leitura, a criatividade, o trabalho em equipe e a escrita.
 5 – Justificativa:
 A leitura e produção de histórias em quadrinhos se tornam muito importante quando o objetivo é estimular a leitura e a escrita em alunos do ensino fundamental. Isso porque as histórias em quadrinhos instigam o interesse dos alunos. A junção de imagens e texto motiva os alunos a produzirem histórias, além de aguçar também a sua criatividade. Ao se trabalhar com histórias em quadrinhos estamos mostrando aos alunos uma nova forma de comunicação, e assim mostramos também uma nova forma de compreender e de assimilar o conhecimento que queremos passar.
 6 – Referencial teórico:
            Um projeto de ação didática é uma forma de trabalho em sala de aula que faz com que os alunos tenham a oportunidade de aprender, de uma maneira diferente, a fazer planejamentos com o objetivo de transformar uma idéia em realidade. É dar um novo sentido à aprendizagem. Ao trabalhar com projetos, leva-se aos alunos diversas situações de aprendizagem sobre determinado assunto, ou seja, um mesmo conteúdo pode ser repassado de diversas formas, todas instigando o interesse dos alunos, além de também, ser uma idéia mais ampla, onde professor e alunos imaginam uma ação, elaboram planos para executá-la, controlam todo o processo dessa ação, e chegam ao resultado previsto.
Assim, um projeto de ação didática leva o aluno a aprender a analisar dados, considerar situações e tomar decisões. Portanto, trabalhar com projetos em sala de aula corresponde em motivar o aluno quanto a compreensão de situações reais e concretas, ou seja, o aluno aprende a compreender o que acontece ao seu redor, como melhorar seu aprendizado, o que fazer diante de determinada dificuldade, como agir diante do novo, além de enriquecer o seu conhecimento através de uma maneira diferentes das aulas programadas, onde professor fala e aluno decora.
 7 – Metodologias:
            Este projeto será realizado a partir da leitura de histórias em quadrinhos diversas para que os alunos entendam como produzir a sua própria. Essa produção será feita a partir da observação dos próprios alunos ao que acontece ao seu redor, com a família, os amigos, a comunidade em que vive, ou a sua escola. Assim, os alunos produzirão histórias que contem algum fato que os interessou e que aconteceu no meio em que está inserido.
Todo o projeto será feito em sala de aula, com a presença da professora, que auxiliará no processo. Para isso serão utilizadas aulas de língua portuguesa, para a leitura e a produção dos textos, que depois se transformarão em histórias em quadrinhos, e aulas de artes, que será quando produzirão os desenhos/colagens que serão utilizados em suas histórias. Apenas a observação do cotidiano será feita individualmente, por cada aluno, no lugar que ele achar melhor e mais interessante.
 8 – Recursos didáticos:
            Serão utilizados como recursos didáticos gibis diversos, materiais para colagens, como figuras, cola e tesoura, folhas brancas, lápis coloridos, lembrando que tudo será utilizado de acordo com a capacidade de cada um.
 9 – Avaliação:
            A avaliação será feita no decorrer do projeto, visando a evolução da leitura e da escrita dos alunos, a interpretação e a compreensão de cada um, bem como a imaginação e a criatividade. Deve-se avaliar também a capacidade do trabalho em equipe, a percepção e a capacidade de escolha, já que serão os próprios alunos que escolherão as histórias que farão parte do gibi da turma.
 10 – Cronograma:

 Etapas
1ª Semana
2ª Semana
3ª Semana
Leitura dos gibis em sala de aula, e observação individual dos alunos, nos ambientes escolhidos por eles.
    
     X


Produção das histórias em quadrinhos pelos alunos, em sala de aula.

      X

Leitura das histórias e montagem do gibi final.


     X

Relatório

O grupo se reuniu para realizar o projeto na Escola Municipal Bertolina  Teixeira, numa sala de 5º Ano, com a professora Patrícia Braga. Nossa proposta consistia em levar os alunos a ler e produzir histórias em quadrinhos, e essas histórias deveriam ser elaboradas com base em experiências vividas por eles mesmos.
Na primeira semana dividimos os 35 alunos em pequenos grupos e propomos que lessem as histórias que foram disponibilizadas, e a partir daí procurassem elaborar histórias com fatos que aconteceram com eles. Nesta perspectiva, pedimos que fizessem observações do seu cotidiano, e que, em equipe, escolhessem algo que pudesse ser contado.  











Quando chegamos à sala na segunda semana do projeto, encontramos os alunos eufóricos e bem dispostos a realizar a atividade. Isso porque haviam ocorrido eventos em comemoração do aniversário da cidade no final de semana e muitos alunos queriam contar as experiências daqueles dias.
Começaram então a elaborar suas histórias. Nesse momento percebemos a criatividade surgindo. Cada um tinha uma idéia, e isso fez com que o trabalho em equipe corresse satisfatoriamente. A partir daí, foi dada a idéia de que usassem a criatividade e fizessem colagens e desenhos que ilustrassem as histórias que eles estavam contando. Assim eles dividiram suas equipes e cada componente tinha uma função: cortar, colar, escrever, desenhar. Todos souberam trabalhar em conjunto. 

                                                               
 















Adicionar legenda


   

            Na terceira semana nos reunimos novamente com os alunos para a leitura das histórias, e a escolha daquelas que fariam parte do gibi da turma. Foi um momento de muitas expectativas e ansiedade, pois todos queriam ler e mostrar as histórias que elaboraram, e também queriam saber como ficaria o trabalho final.
          Foi então, um trabalho proveitoso. Conseguimos alcançar nosso objetivo, apesar de alguns alunos não terem seguido nossa proposta inicial, criando histórias aleatoriamente. No entanto, esse fato foi importante, pois percebemos o espírito de iniciativa, e principalmente, de criatividade desses alunos. Foram observados também a dificuldade de leitura e percepção, bem como também erros ortográficos diversos, como: troca de letras, pontuação, acentuação.
Percebeu-se, contudo, a necessidade de levar para a sala de aula propostas diferentes de didática, além do que propõe o currículo escolar. Deve-se utilizar atividades que incentive o aluno a aprender, e que não o obrigue a apenas recever o que é passado, mas que o instigue a aprender por si mesmo, através de suas experiências pessoais. Que estimule a criatividade própria de cada aluno, levando-o a refletir, a criar, a inventar, pesquisar, e assim criticar, e que também, como afirma Schechtman, que provoquem nele uma “tensão”, fazendo-o com que busque, por vontade própria, novas descobertas, novos conhecimentos, e sentindo prazer em acumular novos saberes.
Assim, nosso projeto veio mostrar que o aluno é capaz de usar sua criatividade para a produção de textos diversos, e que é necessário que o educador, juntamente com a escola, promova atividades que estimulem essa criatividade, e a curiosidade desse aluno. Não basta apenas ser o transmissor de conhecimentos, mas é preciso ser uma ponte entre o aluno e o saber. Ponte essa que o conduz através de suas próprias experiências, que o ensine a observar, a perceber o que acontece à sua volta e investigar respostas dadas a várias perguntas que surgem no seu dia-a-dia.
Com esse projeto, incentivamos a leitura, a percepção, a observação, a escrita, e principalmente, a criatividade na produção de textos. Tudo com o objetivo de levá-los a entender todo o processo de uma produção, bem como também importância do trabalho em equipe, e a necessidades da interação entre eles e o educador para uma atividade completa e satisfatória, que garanta o seu aprendizado.


Referências Bibliográficas:

·        http://www.usp.br/nce/educomjt/paginas/hq.pdf acesso em 10-10-2010 às 15:30 hs.
·        http://adasantanna.vilabol.uol.com.br/projetosdidaticos.htm acesso em 10-10-2010 às 16:00 hs.
·       SCHECHTMAN, Sheila, disponível em   http://uab.unb.br/moodle/mod/resource/view.php?id=59052  acesso em 25-11-2010  às 13:15 hs.

Mais Fotos









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário